Literatura | News

O aniversário de Forma e Exegese

By on 7 de junho de 2017

Qual a matéria mais gostei de escrever? Foi essa, que redigi em 2015 para o site Literatortura, ainda no início do curso de jornalismo, com o Marcos Hidemi Lima sobre os 80 anos de Forma e Exegese, do poeta Vinicius de Moraes. ♥

Meu amor pelo poetinha transformou minha vida. Quando estou iluminada pelo signo viniciano, saem textos assim. Leia a matéria completa e apaixone-se também:

A autora deste texto é jornalista. Extremamente sensível. Viciada em café. Amante de poesia e, às vezes, da seus palpites fashionistas. Atualmente este blog também está hospedado no Portal Bonde. Sentem-se e fiquem à vontade.

Leia mais

Literatura

Toda a intensidade de Vinicius de Moraes no livro ‘Histórias de Canções’

By on 9 de janeiro de 2017

Muita gente conhece o Vinicius letrista por conta da ‘Garota de Ipanema’, mas pouco gente sabe ele criou muito mais músicas. A caminhada do poetinha pelo cenário musical é extensa e cheia de nomes de peso. Chico Buarque, Tom Jobim, Baden Powell, Carlos Lyra, Toquinho e muitos outros nomes compõem a lista dos ‘parceirinhos’ de Vinicius. Cada música foi composta de maneira singular e podemos ver toda a intensidade de Vinicius de Moraes no livro ‘Histórias de Canções’.

Vinicius era um artista plural que conseguia encontrar a palavra certa para cada nota musical que lhe era apresentada. Foi assim que sua obra foi composta, ao lado de seus parceiros musicais. No livro Histórias de Canções: Vinicius de Moraes, o leitor encontra a história do maior poeta brasileiro como letrista. O livro conta a história por trás de diversas músicas importantes.

Uma dessas histórias aconteceu por ciuminho. Vinicius era muito ciumento com seus parceirinhos. Em certa ocasião, quase obrigou Chico Buarque a escrever quatro versos em uma música pronta, só porque Tom havia se tornado parceiro de Chico anteriormente.

Além disso, os autores também retratam como cada artista chegou até Vinicius, ou o poeta a eles. O Toquinho, por exemplo, último grande parceiro dele, recebeu um telefonema do grande poeta. A obra mostra que o violonista estava dormindo ainda quando a mãe o acorda dizendo quem era do outro lado da linha. Sem acreditar, ele atende e ali começa uma história de amizade enorme.

A leitura é extremamente prazerosa e para alguém apaixonado pelo poeta, leva uma tarde apenas para concluir. Meu exemplar foi adquirido nas Livrarias Curitiba, do Shopping Catuaí e custou em torno de R$ 29,90! Vale muito a pena!

 

A autora deste texto é jornalista. Extremamente sensível. Viciada em café. Amante de poesia e, às vezes, da seus palpites fashionistas. Atualmente este blog também está hospedado no Portal Bonde. Sentem-se e fiquem à vontade.

Leia mais